Ações na bolsa: como escolher as melhores?

Hoje em dia, muito se comenta acerca de ações na bolsa, mas nem todos descobriram como escolher as melhores, por isso, hoje trouxemos algumas dicas para te ajudar nesse desafio, afinal existem diversas opções, porém nem todas elas podem ser rentáveis para você.

A priori, é importante destacar que a ação em si é considerada como uma renda variável, logo, as ações na bolsa são investimentos de risco. Para que você possa colher bons frutos no futuro, é preciso fazer boas escolhas, levando em consideração, principalmente, o seu perfil e objetivos.

Que tal alavancar a posição do seu site nas buscas? Quero compartilhar com vocês a estratégia do guest post, onde você pode comprar backlinks em publicação de artigos.

Inclusive, para escolher ações na bolsa você precisa estudar bastante e se aprofundar no tema. De uma forma geral, existem dois tipos de investidores, os que almejam se tornar sócios de empresas e aqueles que desejam apenas operações curtas a fim de obter ganhos rápidos.

É de suma importância, então, neste momento, delimitar o seu perfil, para que a sua interpretação sobre as nossas dicas seja alinhada com os seus objetivos.

Assim, você estará pronto para escolher ações na bolsa e para encarar – de forma gradativa – esse mercado tão concorrido.

Tenha cautela quanto às ações na bolsa

Quanto o tema “ações na bolsa” surge em uma roda de conversa, isso costuma causar uma certa animação exagerada (com razão), porém essa euforia toda pode levar a exagerar, ou seja, fazer além do que se sabe apenas pelo calor do momento.

Na bolsa, você pode lucrar de duas formas: com a valorização dessas ações ou a partir dos dividendos que as empresas realizam o pagamento de forma periódica aos seus acionistas. Porém, você também pode perder dinheiro ou até mesmo contrair dívidas.

Dessa forma, a sua quota parte de renda variável dependerá de como é o seu perfil de investidor, do conhecimento que você detém sobre o mercado e da sua preparação psicológica para enfrentar essa instabilidade das ações.

Recomendamos que você analise o seu portfólio (constando a renda fixa e a variável) com a impressão de que ele é um investimento a longo prazo, considerando-o em sua integralidade, e não apenas como partes isoladas.

Portanto, com calma e respeito à instabilidade comentada, você vai enxergar uma janela temporal mais ampla, tornando mais fácil a ação de escolher ações na bolsa, pois elas te acompanharão por muito tempo em sua trajetória.

Quais os motivos para investir em ações na bolsa?

 Caso você já invista em ações na bolsa, sabemos que o que a maioria busca são os retornos superando a renda fixa. De uma forma ampla, trouxemos alguns dos principais motivos pelos quais você deve investir em ações na bolsa, razões essas que também podem ser usadas para te ajudar a escolher as melhores opções.

– Rentabilidades nas ações: quando você investe em ações na bolsa isso significa dizer que você está colocando o seu dinheiro em um produtor de riquezas.

A longo prazo, a sua rentabilidade em renda variável vai superar a renda fixa, principalmente em países desenvolvidos que possuam um clima político e econômico mais pacífico.

– Ativos que geram renda: muitos investidores (que já estão no ramo há algum tempo) escolher ativos geradores de renda, que são aquelas empresas perenes, prestadoras de serviços essenciais à população e mais resistente a crises.

Essas empresas são, na maior parte das vezes, boas pagadoras dos seus dividendos, justamente por possuírem receitas recorrentes, que independem da situação econômica.

Nesse cenário, a empresa possui uma melhor previsibilidade de caixa, conseguindo então distribuir de forma regular os lucros entre os seus acionistas. Como elas são empresas defensivas, as suas ações não oscilam com frequência.

Ao investir focando nos dividendos, você focará também em uma carteira previdenciária (pois leva tempo). Que fique claro que essa receita não vai te enriquecer rapidamente, mas a longo prazo é uma excelente medida.

– Selic em baixa: como, ultimamente, a taxa Selic se encontra nas mínimas históricas, a quantidade de pessoas que estão se arriscando só aumenta, tudo isso parra buscar melhores resultados.

Logo, investir na renda variável hoje é uma necessidade, contudo, mantenha a calma e vá aos poucos.

Saiba qual é o seu perfil

Você só poderá escolher as melhores ações na bolsa quando entender qual é o seu perfil de investidor, se é mais conservador, moderado ou até mesmo arrojado, assim, isso vai te dar uma luz sobre a sua alocação de ativos.

O investidor conservador mantém o seu patrimônio (quase que totalmente) em sua renda fica, enquanto o arrojado tem mais da meta em renda variável, mesmo sabendo das flutuações no mercado.

A nossa recomendação é que você não comece sendo arrojado logo no início, pois para ter esse perfil é necessário muito estudo.

Estude bastante sobre o assunto

Para entender como investir nas melhores ações na bolsa, você precisa estudar. Recomendamos que você analise o mercado de ações de forma técnica (com gráficos) e de maneira fundamentalista (com base no seu histórico de lucro, bem como no crescimento patrimonial, etc.).